economia/Pobreza

Golpe de Estado vai gerar mais pobres no Brasil até 2025, confirma Globo

temer_meirelles_globo-563x330
Do Esmael Morais

O neoliberalismo nunca gerou um emprego sequer no mundo. Vide os casos recentes na Grécia e na Espanha. No pretérito temos Argentina, Chile e Brasil, nos anos 90, época de FHC. Não seria agora que esse receituário do FMI daria certo.

Até a velha mídia golpista, como O Globo, admite que a pobreza vai aumentar até 2025 — fruto do impeachment e da maior concentração de riqueza nas mãos de poucos.

Na prática o que Michel Temer (PMDB) e seu ministro da Fazenda Henrique Meirelles oferecem ao país pós-golpe de Estado é a miséria continuada, algo que não é novidade para os leitores do Blog.

Aliás, o ministro foi claro em sua fala na última sexta (7) ao admitir em seu pronunciamento à nação que “… os mais pobres é que pagam essa conta” desse impeachment.

Reportagem d’O Globo neste domingo (9) publica estudo da Tendências Consultoria Integrada mostrando que, até 2025, haverá expansão da pobreza mesmo com a perspectiva de retomada da economia. Evidentemente, a “retomada” dar-se-á apenas para os poucos mais ricos — no alto da pirâmide social.

O aumento da miséria ocorre depois de um período de bonança proporcionado pelos governos do PT — Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff — entre os aos de 2003 e 2016.

Ainda de acordo com a matéria d’O Globo, as famílias das classes D e E — com renda mensal de até R$ 2.166 — continuarão a crescer e chegarão a 41 milhões. Ou seja, ganharão mais um milhão de famílias até o ano de 2025.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s