Rio Grande do Sul

O Rio Grande desgovernado… A história se repete. E há 30 anos a mesma ladainha volta de tempos em tempos

zero-hora-simon

O PMDB ou o PSDB ganham uma eleição e eles e a mídia culpam o governo anterior pelas desgraças que provocarão no seu próprio governo.  A história se repete. E se repete até na capa do Jornal da mídia que ajuda a elegê-los.

O PT Governou o Estado de 199 a 2002 com Olivio Dutra, depois da privataria  promovida pelo Brito. Não se queixou. Governou. Pagou salários de servidores em dia e o Estado cresceu . Vieram Rigoto e Yeda e voltou o discurso de que o Estado estava quebrado e tome tentar vender as Estatais, fechar Fundações e pagar salários de servidores atrasado. O PT voltou a governar de 2011 a 2014. O Estado nunca cresceu tanto. Que o digam o Pólo Naval de Rio Grande, numa região que antes sempre foi considerado o “sul pobre”, investimentos na agricultura familiar, geração de empregos, pagamento de servidores em dia, valorização dos Professores e dos agentes de segurança pública e nenhuma reclamação sobre o desgoverno da Yeda ou o insosso governo do Rigotto. Tarso o PT governaram para o Rio Grande. Entrou o Sartori do PMDB do PSDB e voltou o discurso do Estado quebrado. Tá nesta lenga lenga há 2 anos. E a única coisa que faz é tentar colocar a culpa no PT. Igualzinho aos outros. E ao invés de governar com o que tem e para os que mais precisam, quer vender estatais lucrativas como a CEEE e entregar nossas riquezas minerais, entregando a CRM, além de não pagar os servidores. Dois anos governando e ele coloca a culpa no PT, quando não coloca nos funcionários públicos e nos professores, quando diz que o Estado esta “ineficiente”. Cada vez que Sartori não paga ou atrasa o salário de um Servidor, este servidor deixa de comprar alguma coisa no armazém ou na loja. Se muitos deixam de comprar, menos produtos são produzidos. Se menos produtos precisam ser produzidos, menos empregados são necessários. Aí vem o desemprego. Ao entregar empresas como a CRM, junto com as nossas reservas de carvão, Sartori vai liquidar também o comércio e a pequena produção local nas regiões onde o carvão é produzido, processado e até usado, como é o caso das Termo elétricas de Candiota. Em Rio Grande e na Região Sul, que se desenvolveu com o Polo Naval instalado lá por Lula e Dilma e fortalecido na gestão do Tarso no Estado, já se sinaliza também que vão parar os estaleiros, por que Temer mandou parar as compras da Petrobras e o Sartori não mexeu uma palha pra defender a nossa Industria Naval, geradora de empregos em Rio Grande e em todo o Estado, pois muitas grandes empresas produziam equipamentos para os navios. São só alguns exemplos. O Estado esta Desgovernado! E por isto se afunda rapidamente no mesmo lamaçal em que o golpe contra Dilma colocou o Brasil. Quem ganha? Os Ricos, os banqueiros e os estrangeiros. Quem perde é o povo gaúcho e brasileiro, que afunda junto com o “navio” desgovernado.

2 pensamentos sobre “O Rio Grande desgovernado… A história se repete. E há 30 anos a mesma ladainha volta de tempos em tempos

  1. Pingback: O Rio Grande desgovernado… A história se repete. E há 30 anos a mesma ladainha volta de tempos em tempos | Luíz Müller Blog | BRASIL S.A

  2. Pingback: Sulgás tem lucro de R$ 120 milhões em 2016 mas Sartori quer vender | Luíz Müller Blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s