Educação

RS: Estado fecha escola pública para vender terreno no mercado imobiliário. Tem que desenhar??

É a nova educação. Privataria total. Vão vender a Escola, por que ela é frequentada por crianças e jovens da Vila Bom Jesus, mas esta inserido no Bairro Montserrat, de Classe Média Alta e pequena burguesia. Não querem gente da pobreza circulando lá no bairro. E o dinheiro da venda da Área não via para a Educação não. Leia a matéria da Zero Hora. Tem que desenhar?

Foto: Anderson Fetter/Agência RBS

Quando a reportagem da Rádio Gaúcha esteve na Escola Estadual de Ensino Fundamental Maria Thereza da Silveira, em novembro, um menino de sete anos da turma do 1º ano respondeu sem titubear por que gosta do local onde estuda.

“Aqui não tem tiroteio”, disse o garoto, morador da vila Bom Jesus.

A partir do ano que vem, esse menino e outros 163 estudantes provavelmente terão de procurar outro lugar assim. Porque a escola irá fechar. Mesmo que tenha todas as salas de aula equipadas com ar-condicionado, disponha de um prédio novo com pintura fresca e apresente banheiros limpos, laboratório de ciências, biblioteca e sala de computação.

A matemática financeira do ajuste fiscal do Estado falou mais alto, já que há uma ação do Ministério Público Estadual (MPE) envolvendo a área e que cobra do governo o pagamento de um aluguel ao Instituto de Previdência (IPE-RS), proprietário do terreno.

A Escola Maria Thereza fica entre os bairros Mont’Serrat e Bela Vista, região nobre de Porto Alegre, e encerrará as atividades até 2018 devido à decisão do IPE-RS de vender ou alugar para terceiros os 7,2 mil metros quadrados, como confirma o presidente do instituto, José Parode. A área vale mais de R$ 12 milhões.

Um acordo entre Parode e o secretário estadual da Educação, Luís Antônio Alcoba de Freitas, foi assinado no começo de dezembro e ainda depende de homologação da Justiça. A Promotoria do Patrimônio do MPE, no entanto, contesta a medida.

A escola foi construída em 1963, na Rua Furriel Luiz Antônio de Vargas, nas imediações da Avenida Carlos Gomes. Em 1993, um novo prédio foi erguido, mas a propriedade do terreno nunca foi regularizada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s