política

Dilma: entrevista de Temer a Ratinho é primor de misoginia e patriarcalismo

O presidente afirmou que “governos precisam de maridos”

O presidente Michel Temer concedeu entrevista ao apresentador Ratinho na última semanaMarcos Corrêa/PR – 26.abr.2017

 no Poder 360

A ex-presidente Dilma Rousseff disse que a entrevista que Michel Temer concedeu ao apresentador Ratinho na última 6ª feira (28.abr.2017) é “1 primor de misoginia e patriarcalismo”. Para a petista, deposta do cargo em agosto do ano passado, Temer vive uma “fantástica cegueira política” que o impede de enxergar a importância de lutas sociais.

Na entrevista, Temer afirmou que os governos precisam ter 1 marido para não quebrar as contas. Leia a transcrição:

Ratinho: Uma dona de casa, ela não pode gastar se o marido dela ganha R$ 5 mil, ela não pode gastar mais que cinco, senão ela vai quebrar o marido. Porque o governo gasta mais do que arrecada sempre? Não estou dizendo o governo federal, mas o governo municipal, o governo estadual sempre gasta mais do que arrecada. Por que isso?

Michel Temer: Acho que os governos agora precisam passar a ter marido, viu, porque daí não vai quebrar. Para não quebrar o país precisa fazer – país, estado, município -, você precisa fazer isso que nós estamos fazendo. Por exemplo, reitero, o teto de gastos públicos. Você não pode gastar mais do que arrecada. É fazer como se faz na sua casa.

Abaixo, a nota da ex-presidente Dilma Rousseff:

Reprodução / Blog do Alvorada

 

Na última 6ª feira (28.abr.2017), o governo de Michel Temer convocou o apresentador do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) para defender as reformas propostas por sua gestão. Em 1 vídeo divulgado no Twitter, o apresentador disse que “toda reforma dá muito trabalho, muita confusão e muito barulho”, mas que depois que é finalizada, “tudo fica muito bonito e todo mundo vai gostar mais”.

Assista à integra da entrevista:

3 pensamentos sobre “Dilma: entrevista de Temer a Ratinho é primor de misoginia e patriarcalismo

  1. Pingback: Dilma: entrevista de Temer a Ratinho é primor de misoginia e patriarcalismo | ALÔ BRASIL

  2. “Barbarie da PM em Goiás contra um ser humano – um animal, vestido de policial, agride um ser humano”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/05/04/barbarie-da-pm-em-goias-contra-um-ser-humano-um-animal-vestido-de-policial-agride-um-ser-humano/

    “Faço minhas as palavras de Conceição Oliveira sobre a barbarie que se abateu sobre Mateus.

    “Emocionada lendo as mensagens para o Mateus. São mensagens de luz. Pessoas que estão desempregadas contribuindo para que ele tenha recursos para o seu tratamento e se recupere.
    Não conheço o Mateus, mas é como se fosse meu filho. A barbárie que esse rapaz sofreu porque estava lutando pelo meu, pelo seu direito é inadmissível. Não paro de pensar que esse quadro de barbárie no país não pode continuar. ‘E preciso dar um fim real, efetivo em uma polícia que mata indiscriminadamente nas periferias, atira bombas em palcos, quebra cassetete na cabeça de manifestante.
    A PM é um entulho da ditadura militar e precisa ser desmilitarizada. Nenhuma democracia pode receber este nome com uma força bruta que passa ao largo da segurança pública. …”

  3. Republicou isso em Gustavo Hortae comentado:
    “Barbarie da PM em Goiás contra um ser humano – um animal, vestido de policial, agride um ser humano”
    > https://gustavohorta.wordpress.com/2017/05/04/barbarie-da-pm-em-goias-contra-um-ser-humano-um-animal-vestido-de-policial-agride-um-ser-humano/

    “Faço minhas as palavras de Conceição Oliveira sobre a barbarie que se abateu sobre Mateus.

    “Emocionada lendo as mensagens para o Mateus. São mensagens de luz. Pessoas que estão desempregadas contribuindo para que ele tenha recursos para o seu tratamento e se recupere.
    Não conheço o Mateus, mas é como se fosse meu filho. A barbárie que esse rapaz sofreu porque estava lutando pelo meu, pelo seu direito é inadmissível. Não paro de pensar que esse quadro de barbárie no país não pode continuar. ‘E preciso dar um fim real, efetivo em uma polícia que mata indiscriminadamente nas periferias, atira bombas em palcos, quebra cassetete na cabeça de manifestante.
    A PM é um entulho da ditadura militar e precisa ser desmilitarizada. Nenhuma democracia pode receber este nome com uma força bruta que passa ao largo da segurança pública. …”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s