Uncategorized

Temer ria enquanto o Brasil chorava(Por Miguel Enriquez)

No  Diario do Centro do Mundo

Temer e Marun se divertiram em evento enquanto o cadáver de Marielle Franco ainda estava quente

POR MIGUEL ENRIQUEZ

Mais do que como o líder de um golpe que apeou do poder uma presidente honesta, eleita por mais de 54 milhões de votos, Michel Temer, o sedizente “vice decorativo”, deverá passar para a história como o presidente mais sem noção do Brasil.

Uma nova prova, que ratifica à larga essa vocação, foi dada na tarde desta quinta feira, em Brasília.

Praticamente no mesmo horário em que milhares de pessoas se aglomeravam nas cercanias da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, protestando e levando sua última homenagem à vereadora Marielle Franco e ao motorista Anderson Gomes, executados a tiros de metralhadora na noite anterior, o marido de dona Marcela participava, todo fagueiro, do lançamento do programa “Brasil Mais Jovem”, no salão Oeste do Palácio do Planalto.

Com exceção de um minuto de silêncio que, na verdade, durou apenas 30 segundos, a tragédia que comoveu o Brasil e repercutiu internacionalmente foi jogada para debaixo do tapete.

Passada essa chatice relâmpago, tudo foi festa.

Um grupo de jovens negros apresentou uma coreografia de hip hop, acompanhada com entusiasmo por um Temer que era todo sorrisos e pelo Secretário Nacional da Juventude, Assis Filho, por sinal processado por peculato, falsidade ideológica e desvio de recursos públicos pela Justiça do Maranhão.

Mas o ponto alto do desempenho do presidente sem noção foi mostrar seus dotes de malabarista, ao tentar equilibrar uma bola de basquete numa caneta –desnecessário lembrar que o desajeitado atrapalhou-se e deixou a bola cair.

O fiasco, no entanto, não tirou o entusiasmo de Temer, à vontade em sua ilha de fantasia.

Ao contrário. Enquanto todo um país chorava o assassinato de dois jovens brasileiros, Temer afirmava aos presentes que o evento foi um dos mais alegres já realizados no palácio.

Um pensamento sobre “Temer ria enquanto o Brasil chorava(Por Miguel Enriquez)

  1. Dizer q é lamentável é insignificante diante do que presenciamos. Infelizmente, somente diante da morte, da tragédia, o povo se manifesta. Com pouca adesão, diante da enormidade da tragédia brasileira. Compare com o heterogêneo protesto de junho/13. Compare com o mar verde amarelo, pelo Brasil inteiro pedindo o impeachment de Dilma. A pergunta é: o q deseja a hipócrita classe média nacional?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s