jUDICIÁRIO

Moro e Gebran terão de explicar ao CNJ por que não soltaram Lula

O juiz Sérgio Moro e o desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF4, terão de explicar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) por que não cumpriram a decisão do desembargador Rogério Favretto, no dia 8 de julho, de soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O CNJ intimou hoje (19) Favreto, Gebran e Moro para prestarem informações sobre as decisões conflitantes envolvendo o petista naquele fatídico “domingo negro” para o judiciário e a democracia.

O trio terá 15 dias para se manifestar sobre o imbróglio de desobediência e insubordinação iniciada por Moro, que estava em férias quando resolveu interferir para interromper a liberdade de Lula.

Caso um dos três seja condenado pelo CNJ, a punição vai desde advertência “até” aposentadoria compulsória.

Quanto ao ex-presidente Lula, ele continua preso político há 105 dias na Polícia Federal. O petista cumpre pena antecipada de 12 anos e um mês, mesmo sendo condenado sem uma única prova.

3 pensamentos sobre “Moro e Gebran terão de explicar ao CNJ por que não soltaram Lula

  1. #GebranForaFalei, …..judiciário corrupto….juízes, procuradores muitos väo aos EUA ” fazer cursos” sobre Como Dar golpes em Países da A.L….contribuem com a entrega Do Patrimonio às multi do Império,e Para isso säo bem recompensado$. E depois que se APOSENTAR väo Para a Metrópole gastar o que roubaram na ” colonia”….EX. Sergio Moro sempre sendo “premiado” NOS EUA PELO FAVOR QUE FAZ AOS EUA…..RACHEL DODGE TAMBEM É PORNOGRAFICA.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s