Uncategorized

PESQUISA DATA FOLHA MOSTRA QUEDA DE BOLSONARO. E DAÍ?

A Reforma da Previdência avançando sobre a aposentadoria dos trabalhadores e os últimos direitos trabalhistas cassados pela tal MP da “liberdade econômica”, que é na verdade a liberdade dos empresários voltarem aos tempos da escrevidão em pleno século 21. Os direitos do trabalho suprimidos e a população nem sabe destes males que ainda atingirão no curto, médio e longo prazo. A Classe Trabalhadora precisa recobrar sua consciência de classe e parcela significativa dos trabalhadores, profissionais antes inexistentes, mas da mesma forma dependentes de seu trabalho, ainda nem adquiriram a necessária consciência coletiva que pode mover a classe e exigir o respeito e os direitos que lhe cabem, por produtora das riquezas e também do lucro de empresários cada vez menos humanos e cada vez mais propensos a usar algoritmos e robôs pra superexplorar o trabalho humano da maioria para benefício e acumulação de uma minoria cada vez mais diminuta.

Trabalho árduo pela frente, de construção da consciência coletiva num mundo onde a propaganda, o neo liberalismo e as Igrejas pentecostais jogam justamente na suposta capacidade individual de enfrentar o mal do mundo, que é a extrema usura e o ódio aos diferentes. O casamento do do neo liberalismo explorador com o proto fascismo pode levar a hu,manidade a destruição num curto espaço de tempo, não sem que antes a burguesia exploradora roube até a dignidade e a liberdade da maioria da humanidade, jogada em guetos individuais, enganada e presa por algoritmos que se assemelham a mitos ou deuses que parecem saber os desejos e interesses de cada um.

Escrevi o comentário acima como introdução a matéria da Revista Fórum que reproduzo a seguir. Números significativos, mas se servirem pra sinalizar que parcela da população já desembarca da nau bolsonarista, mas que não significa que embarque numa nau da classe trabalhadora. A Globo e Luciano Huck vem aí com outro caldeirão de maldades, que recheiam enquanto esvaziam as boias e afundam lentamente o barco do bolsonarismo.

Datafolha: Reprovação vai a 38% e mais escolarizados e ricos já abandonam Bolsonaro – Da Revista Fórum

Os dados mostram que Bolsonaro segue sendo o presidente eleito mais mal avaliado em um primeiro mandato, considerando FHC, Lula e Dilma

Bolsonaro e Edir Macedo (Foto: Alan Santos/PR)

A pesquisa nacional do Datafolha, divulgada nesta segunda-feira (2), aponta mais uma queda na popularidade do presidente Jair Bolsonaro (PSL). A reprovação do presidente subiu de 33% para 38% em relação ao levantamento anterior do instituto, feito no início de julho. Outro dado da pesquisa também aponta, pela primeira vez, o abandono dos eleitores mais escolarizados, ou seja, que têm ensino superior. O índice dos que consideram a gestão de Bolsonaro como ruim ou péssima saltou de 36% para 43%.

Os dados mostram que Bolsonaro segue sendo o presidente eleito mais mal avaliado em um primeiro mandato, considerando FHC, Lula e Dilma.

A aprovação do governo também teve oscilação de julho para cá, com queda de 33% para 29%, dentro da margem de erro de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Foram ouvidas 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 municípios.

Os números apontam ainda para a queda de desempenho entre aqueles mais ricos, com renda mensal acima de 10 salários mínimos. Neste segmento, a aprovação ao presidente caiu de 52% em julho para 37% agora —bastante significativa, ainda que se mantenha acima da média.

A pior avaliação do presidente permanece entre os mais pobres. Entre os que ganham até dois salários mínimos, a taxa de ruim/péssimo nesse recorte é de 22%; entre  os mais jovens, de 16 a 24 anos, 24%; e, com escolaridade de só ensino fundamental, 26%.

Polêmicas
De dois meses para cá, período que separa as duas pesquisas do Datafolha, Bolsonaro foi protagonista de diversas falas e decisões polêmicas em seu governo – principalmente depois que a reforma da Previdência foi aprovada. Neste período, o presidente sugeriu que o pai do presidente da OAB, Fernando Santa Cruz, havia sido morto por seus próprios colegas de guerrilha na ditadura. Ainda, indicou o próprio filho, Eduardo Bolsonaro, para ocupar a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, sendo acusado de nepotismo.

O presidente também bateu de frente inúmeras vezes com o seu ministro da Justiça, Sergio Moro, sobre mudanças na Polícia Federal e no Coaf, além de ter chamado governadores do nordeste de “paraíbas” e ter visto uma das maiores crises do seu governo até então – as queimadas e desmatamento na Amazônia.

2 pensamentos sobre “PESQUISA DATA FOLHA MOSTRA QUEDA DE BOLSONARO. E DAÍ?

  1. Bom dia.
    Como vamos nos livrar dessa hiena miliciana o mais urgente possível?
    A mídia, de direita e boa parte da de “esquerda”, estão brincando com nossa paciência.
    Há pedidos de impeachment que o “rato gordo” maia está segurando.
    Precisamos de um super-homem para enfrentar essas quadrilhas. O primeiro a ser excluído deve ser o moroloide.

    Curtir

  2. Essa historia de ficarem mostrando pesquisa toda hora não resolve nada. Bom para encher página de jornal. Temos é que tirar esse monstro o mais rápido possível. Não dá para suportar tanta estupidez. Ainda por cima esse canalha desse bispo macedo. é muito lixo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s