Uncategorized

Mais de 68 mil contas falsas foram criadas no Twitter para apoiar golpe na Bolívia

Só a conta de Luis Fernando Camacho – um dos líderes do movimento golpista – passou, nos últimos 16 dias, de 3.000 para 130.000 seguidores, dos quais mais de 50.000 são de perfis criados em novembro de 2019

Do OPERA MUNDI

Mais de 68 mil contas falsas, recém-criadas no Twitter, operaram na última semana acompanhando o golpe de Estado na Bolívia, segundo uma investigação realizada por Julián Macías, responsável pelas redes sociais do partido Unidas Podemos, da Espanha.

O estudo aponta evidências do uso de táticas militares em grande escala a fim de inundar de propaganda as redes sociais, em uma atividade que parece obedecer a uma estratégia prévia e que ainda está em operação.

A maioria dessas contas foi criada antes do dia 10 de novembro, dia em que os militares “sugeriram” que o então presidente Evo Morales renunciasse, consumando um golpe de Estado com violenta repressão na Bolívia, que já deixou mais de 20 mortos e 700 feridos.

Trata-se de um volume anormal de contas, com origens similares e que sem comportamento orgânico. Elas têm entre zero e um seguidor, e divulgam notícias falsas com possível apoio logístico internacional.

Com hashtags como #EvoAssassino, #EvoDitador, #EvoÉFraide ou #NãoHáGolpedeEstadonaBolívia, as mensagens vindas das contas falsas intoxicaram o debate na rede, com mensagens como “Evo Morales é um corrupto” e acusações de que ele teria “roubado” as eleições. Mas, com a autoproclamação de Jeanine Áñez, estes perfis passaram a comemorar “a democracia e a liberdade” do povo boliviano.

ABI
Conta da autoproclamada presidente Jeanine Áñez foi de 8.000 para quase 150 mil seguidores, com 40 mil falsos

De acordo com Macías, só a conta de Luis Fernando Camacho – um dos líderes do movimento golpista – passou, nos últimos 16 dias, de 3.000 para 130.000 seguidores, dos quais mais de 50.000 são de perfis criados em novembro de 2019.

A conta da autoproclamada presidente Jeanine Áñez também sofreu um crescimento exponencial, indo de 8.000 para quase 150 mil seguidores – 40 mil dos quais contas falsas recém-criadas.

Há, segundo Macías, contas curiosas: uma, norte-americana, que simula ser o perfil do ator Robert de Niro, apresenta um vídeo de um manifestante ferido. “Pode ser uma produção simulada, já que não se vê a origem. O mais curioso é a resposta: um agradecimento a de Niro por atacar Evo Morales”, diz – e com um inglês praticamente nativo.

Apesar de o uso de robôs para amplificar mensagens violar as políticas de uso do Twitter, e em que pesem outras denúncias, as contas continuam ativas.

4 pensamentos sobre “Mais de 68 mil contas falsas foram criadas no Twitter para apoiar golpe na Bolívia

  1. Prezado Sr. Muller,
    Eu sou estudante da Universidade de Brasília, me chamo Luana e estou concluindo o curso de Gestão de Políticas Públicas.
    Peço desculpas por entrar em contato por aqui, mas não consegui outro forma.
    A minha pesquisa final será sobre o Plano Brasil Sem Miséria. Por meio dos relatórios da SESEP, no âmbito do MDS, pude inferir sobre o seu papel na ação e gostaria de conversar sobre o funcionamento do BSM.
    Se o senhor puder me responder, eu posso enviar maiores detalhes do estudo e sobre uma possível participação.
    Desde já sou muito grata pela sua atenção e trabalho.
    Atenciosamente.

    Curtir

    • Cara Luana,

      Pensei ter respondido a tua demanda, mas agora vi que por alguma razão não havia respondido. Podes entrar em contato comigo pelo https://twitter.com/luizmuller e a gente combina.

      Agradeço a lembrança. De fato participei da Construção do PRONATEC BRASIL SEM MISÉRIA. Os números foram fantásticos e a efetividade para os matriculados foi elogiada no mundo todo. Foram milhões de formandos e mais de 30% dos Beneficiários conseguiram sua primeira Carteira Assinada ou melhoraram em muito a sua situação salarial após fazerem um dos cursos oferecidos pelo PRONATEC BRASIL SEM MISÉRIA. Outra constatação de pesquisa da SESEP, que não foi publicada a época, foi a longevidade da permanência num posto de trabalho formal, que aumentou substancialmente depois de fazerem um curso.

      Grande abraço

      Estou a disposição

      Grande abraço

      Curtir

Deixe uma resposta para thadeusimoes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s