Uncategorized

CAGED: Só no mês de Dezembro 307 mil postos de trabalho foram fechados. Governo e Mídia mentem descaradamente!

CAGED: Dezembro fecha 2019 com desemprego em alta, 307.311 postos de trabalho a menos, péssimo sinal para 2020 (caged é o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego do próprio Governo)

O Mês de Dezembro normalmente ainda seria um mês que contrata para o fim de ano. Mas desta vez não. Demitiu 307 mil. Esta deveria ser a manchete. E dos empregos que restaram, a maioria são de empregos precarizados pela tal “reforma trabalhista”. 21% dos que entraram no mercado de trabalho entraram como “trabalho intermitente”, que significa não receber direitos e se não somar mais do que um salário mínimo de horas trabalhadas, nem mesmo direito a previdência terá. Clica aqui pra tu veres. São dados de uma pesquisa do Bradesco.

Tá escrito lá em alguma grande mídia onde o Editor não sacou fora o parágrafo chave de quem fez a matéria:

Segue artigo do Canal 2 N

Propaganda ‘nazi’ e a realidade paralela

Há muitos ‘Brasis’, Milton Santos falava em 4, nenhum deles tratava do ‘Brazil Paralelo’ que existe na propaganda do governo e na cabeça do seguidor do Bolsonaro, esse ‘brazil’ deve ser ‘real’ em algum curral do interior do “Goiás’, mas não é encontrado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

A bolha já estourou

O Caged de 2019 mostrou uma dura realidade para as famílias brasileiras, a ‘bolha’ de precários empregos criada pela liberação do FGTS já estourou, em dezembro o Brasil real perdeu 307.311 postos de trabalhos, sinalizando que o ano de 2020 será muito pior.

Assim como Temer, Bolsonaro usou a liberação do FGTS dos trabalhadores para gerar uma ‘bolha’, a ‘agência de propaganda’ do governo (aqui-EBC) difundia a criação de 2.9 milhões de empregos nos próximos 10 anos, pífios 290 mil empregos ao ano, já seria muito ruim, mas nem isso conseguem oferecer ao país, o que se constata é algo muito pior: o Brasil real perdeu 2.7 milhões vagas em 5 anos, com a diminuição do estoque de empregos formais. 


Menos 2.7 milhões de empregos, desde 2014

O estoque de empregos formais fechou 2019 com cerca de 39,05 milhões de vínculos, segundo o próprio Caged (aqui – página 11), praticamente estável comparando com 2018, bem distante do record de setembro de 2014, quando o total de trabalhadores formais atingiu 41,8 milhões (Caged-aqui), simplesmente Bolsonaro e Temer sumiram com cerca de 2,7 milhões de empregos formais.


Desvios de recursos do FGTS

O ‘crime’ é muito pior, o FGTS é um fundo que deveria ser utilizado em investimentos estruturais para melhorar a qualidade de vida das famílias, como o ‘programa Minha Casa Minha Vida’, mas os recursos estão sendo desviados das suas finalidades, como se percebe, essa poupança dos brasileiros foi ‘surrupiada’ pela demagogia de Temer e Bolsonaro.


Dezembro e a tragédia do desemprego continua para 2020

A tragédia e o cinismo da propaganda do governo e da Globo escondem a dura realidade, ao contrário do que divulgam, o ano de 2019 encerrou dramaticamente com o desemprego em alta, atormentando as famílias brasileiras, apenas em dezembro o país perdeu 307.311 postos de trabalho veja  a tabela do Caged:


O próprio relatório do Caged mostra, logo no seu início, ‘o emprego celetista no Brasil apresentou contração em dezembro de 2019, registrando saldo de -307.311 postos de trabalho. Esse resultado decorreu de 990.848 admissões e de 1.298.159 desligamentos‘ (aqui – página 3).

O cenário para 2020 é muito pior do que tem sido até o momento, talvez não tenha a ‘bolha’ do FGTS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s