Desemprego/economia

Bolsonaro é responsável pelo maior desemprego neste Século

A situação do trabalhador no Brasil de Bolsonaro está cada dia mais difícil. E um dos índices que mais preocupa as famílias é o desemprego. Mesmo antes da pandemia, o Brasil já batia recordes negativos a respeito do tema. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística […]

Governo Bolsonaro é recordista no desemprego que já atinge 13,5% — Desacato

Por Renata Vilela.

A situação do trabalhador no Brasil de Bolsonaro está cada dia mais difícil. E um dos índices que mais preocupa as famílias é o desemprego. Mesmo antes da pandemia, o Brasil já batia recordes negativos a respeito do tema.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2012 a 2020 a desocupação passou de 7,4% a 13,5%. O percentual representa um contingente de milhões de trabalhadores que busca emprego mas não encontra vagas.

O ano de 2012 é utilizado como início da série histórica, pois foi quando o IBGE implantou definitivamente, em todo o território nacional, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua).

Antes disso, o IBGE também pesquisava o desemprego, mas com outra metodologia. Na Pesquisa Mensal de Empregos, cujo início foi 1980, os dados sobre trabalho eram coletados somente nas principais regiões metropolitanas do País: Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre.

Diferentes formas de desemprego

Desocupados

De acordo com o IBGE, desocupados são trabalhadores e trabalhadoras que têm 14 anos ou mais, que não obtiveram renda na semana em que a pesquisa foi feita, que buscaram empregos nos 30 dias anteriores e que estão disponíveis para um emprego.

Subocupados

Já os subocupados são as pessoas com 14 anos ou mais, que trabalham menos de 40 horas semanais em um ou mais trabalhos.

Desalentados

Desalentados são as trabahadoras e trabalhadores que não trabalham, gostariam de ter um emprego, porém já desistiram de procurar por não acreditarem que conseguirão uma vaga.

2 pensamentos sobre “Bolsonaro é responsável pelo maior desemprego neste Século

  1. Luis, o seu articulista tá enganado, o maior desemprego do Brasil foi no desastrado governo de Dilma e Temer, eleito pelos adoradores do PT. A economia de todos os países em pandemia ( exceto a china) foi afetada, e o fique em casa quebrou empresas e gerou desemprego no mundo todo, parem de torcer contra o país, sejam patriotas, governos passam e o país continua, se não querem ajudar, fiquem quietos e calados

    Curtir

    • Sério que tu acredita nisto? Posta aqui pesquisa do IBGE, da FGV, que são públicos, do Governo Federal, e que mostrem o que tu dizes. Tu não vais achar. Os Governos do PT tiveram os menores índices de desemprego da história e os Salários tinham aumento real acima da Inflação e o Salário Mínimo subiu 75% acima da inflação e tinha recuperado boa parte do que tinha perdido em anos anteriores. O Brasil esta afetado desde o Golpe e foi por água a baixo com Bolsonaro. Em Dezembro de 2019, antes da Pandemia, o desemprego já era assustador, a inflação já tinha comido parte dos salários e o Dólar já estava batendo em R$ 5,00. Tu tens que ler algo a mais do que só conversas em whatsapp .

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s