CINEMA

SINOPSE: A INCRÍVEL JORNADA DE JACQUELINE”(Por Sérgio Lima de Oliveira)

a-incrivel-jornada-de-jacquelineO filme “A incrível jornada de Jacqueline”, do diretor Mohamed Hamidi (A Marcha) trata de uma fábula, quiçá uma odisséia, que ocorre durante uma viagem de Fatah (Faisah Bouyaamed) – ingênuo e determinado morador de Bolayoune, aldeia argelina – acompanhado por seu animal, desde a Argélia até Paris.  

O enredo que o diretor, Hamidi, retrata é repleto de momentos hilários, inesperados e imprevisíveis.

Fatah em sua jornada rumo à capital francesa – feita quase toda a pé – encontra pessoas dispostas a fazer com que seu sonho de criança se torne verdade. Em poucos minutos a comovente e sincera relação entre o personagem Fatah, com seu animal, contagia, conduzindo todos a torcer pela dupla. 

O mundo de Fatah é cheio de situações inesperadas. O que ele, cheio de bom humor, mais gosta, é de uma boa conversa. Ao longo do trajeto vai, com seu carisma, tornando a história ainda mais envolvente. Mesmo em se tratando de uma comédia leve, existe no roteiro alguns pontos interessantes para reflexão. Como, por exemplo: o choque entre culturas, a questão da imigração, a globalização por meio do uso de recursos de tecnologias, telefonia celular, skype , e as redes sociais. Chama a atenção das pessoas que querem saber mais sobre sua viagem e sua vida.

Fatah não lida bem com essas ferramentas do mundo digital que arrasta milhões de seguidores das redes sociais. Ele vai se deparar com um mundo completamente diferente daquele de sua pequena e árida aldeia localizada no interior da Argélia. 

O código para conquistar os humanos é a simpatia e o respeito ao outro. O personagem Fatah é prova disso. Há de se registrar o desempenho do animal que, mesmo discreto, faz bonito. 

A comédia “A incrível jornada de Jacqueline”, uma história de vitória e superação, é uma comédia humanista.

Cada percalço do personagem Fatah, é um deleite para quem acredita – assim como os românticos – que o centro da vida são os afetos.

E “A culpa é da pêra”!!!

Quer saber o porquê?

Assista ao formidável filme e você descobrirá.

Elenco:

Fatah, personagem principal, dono da vaca (Fatsah Bouyahmed, de ‘Homeland’, ‘A mentira tem perna curta’)

Hassan, cunhado de Fatah (Jamel Debbouze, de ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’)

Phillippe, o conde milionário (Lambert Wilson, da ‘Trilogia Matrix’)

Naïma, mulher de Fatah (Hajar Masdouki)

Julia Piaton, a jornalista que enxerga o potencial da história de Fatah.

Curiosidades:

– “A incrível jornada de Jacqueline” é uma comédia fora dos padrões hollywoodiano pela sagacidade, pela dosagem entre drama, comédia, texto bem elaborado, personagens marcantes. Os diálogos brincam sem ofender, com costumes culturais. 

– O relacionamento com animais aparece também em outro filme de 1959, “A vaca e o prisioneiro”, dirigido por Henri Verneuil, estrelado por Fernandel e sua vaca Margueritte. Fernandel é um prisioneiro de guerra que decide fugir acompanhado pelo animal e assim percorrem toda a França. Baseado no romance de Jacques Antoine, chamado “Uma história Verdadeira. Sendo o primeiro longa-metragem francês colorizado.

– “A incrível jornada de Jacqueline” é o segundo filme do diretor franco-argelino Mohamed Hamidi.

– Outro filme que apresenta uma curiosa vaca: “Um conto Chinês”, 2011; com o famoso ator argentino, Ricardo Darín. Espetacular sucesso de bilheteria.

Direção:

Mohamed Hamidi

Roteiro:

Mohamed Hamidi; Alain-Michel Blanc e Fatsah.

Produção:

Laurent Zeitoun; Nicolas Duval-Adassosky; Yann Zenou.

Trilha sonora:

Ibrahim Maalouf

Edição:

Marion Monnier

Ano de lançamento: 2016

Classificação: 10 anos

Lançamento no Brasil: 28 de julho de 2016

Distribuição: Pathé/Paris Filmes

Título original: “La Vache”

Duração: 1h32min

Indicações de filmes para sua semana:

“A  Conexão Francesa”, policial

“Jason Bourne”, ação

“Um amor à altura”, comédia romântica

“Julieta”, drama

“A viagem do meu pai”, drama

“Vidas Partidas”, drama

Sérginho Sérgio Lima de Oliveira (Sérginho), que segundo ele próprio se auto define : “Amante do Cinema e deixa qualquer coisa por um bom filme. Aprecia também filosofia. E a convite, resolveu escrever sobre cinema para o Luiz Müller Blog”. A coluna será publicada todas as sextas-feiras no blog.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s