direitos sociais/trabalho

SAIBA O QUE OS TRABALHADORES VÃO PERDER COM O NEGOCIADO SOBRE O LEGISLADO (Vídeo)

legislado x negociadoSe você acha que a vida melhorou depois que o golpe nos nossos direitos virou ordem do dia no governo interino de Michel Temer, na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, você precisa saber o que é negociado sobre o legislado. Nesta luta que os trabalhadores precisam travar com a força da sua união, estão em jogo direitos básicos adquiridos ao custo de muita batalha por direitos. Na verdade, estão em jogo, com essa tramoia do golpe nos nossos direitos uma disputa entre o legislado, as garantias dos direitos da CLT, e o negociado, aquilo que os patrões impõem como perdas nas mesas de negociação. Não tá fácil para ninguém e vai ficar ainda pior quando nos dermos conta que a conversa de modernização das relações de trabalho não passa de um discurso para esconder que a carteira de trabalho assinada, o 13º salário e até as nossas férias remuneradas correm grande risco. Deem uma olhada neste vídeo. Tem um fala povo que mostra que os trabalhadores não vão aceitar isso. É tempo de resistência e luta! Veja o didático vídeo do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre

 

3 pensamentos sobre “SAIBA O QUE OS TRABALHADORES VÃO PERDER COM O NEGOCIADO SOBRE O LEGISLADO (Vídeo)

  1. Pingback: SAIBA O QUE OS TRABALHADORES VÃO PERDER COM O NEGOCIADO SOBRE O LEGISLADO (Vídeo) — Luíz Müller Blog | Alo Presidenta do Brasil

  2. Pingback: Projeto de Temer/PSDB de “negociado sobre legislado” vai diminuir salário e fazer você trabalhar mais | Luíz Müller Blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s