Desemprego/trabalho

Mercedes fecha produção e programa demissão em massa

Mercedes fecha produção e programa demissão em massa

Do diário da Causa Operária 

Única alternativa contra demissão coletiva é a ocupação da fábrica

Antes de perder algum centavo em seus lucros, os empresários começam a demitir os trabalhadores para conter gastos, ou afastam os trabalhadores por tempo indeterminado.

É o que a fábricas do ABC paulista estão fazendo, especialmente as grandes empresas do ramo metalúrgico, como as montadoras Ford, Wolks, Mercedes e outras empresas.

Os patrões da Mercedes, depois de anunciarem a demissão de pelo menos 3 mil trabalhadores, para que o PPE (Programa de Proteção ao Emprego) fosse renovado, resolveram interromper a produção da empresa por tempo indeterminado sem maiores explicações. Os trabalhadores foram avisados individualmente nesta sexta-feira, 12.

O plano da empresa é demitir os trabalhadores enquanto eles estão em casa, desmobilizados, de licença. Demissão coletiva, enquanto o trabalhador está no setor de trabalho, favorece à organização dos trabalhadores contra os desmandos dos patrões.

Essa deve ser a tônica do próximo período: demissões em massa, arrocho, desemprego. Esse é o resultado de um governo dominado pelos golpistas.

A única alternativa para reverter os planos da Mercedes e dos outros patrões é ocupar as fábricas. Organizar os trabalhadores para voltarem ao setor de trabalho, entrar na empresa e ocupar a fábrica. Essa é a única alternativa para impedir as demissões no ABC paulista.

Ocupação que deve ser em conjunto de uma ampla campanha entre os metalúrgicos da região e com outras categorias que também sofreram ataques dos patrões, como os companheiros que estão ocupando a Karmann Ghia.

É necessário conseguir a solidariedade dos outros trabalhadores de outras fábricas e iniciar uma luta em defesa do emprego dos trabalhadores.

É preciso, em primeiro lugar, reagir ao ataque da empresa, ocupar a fábrica e impedir as demissões e, em seguida, avançar nas demais reivindicações dos trabalhadores.

Um pensamento sobre “Mercedes fecha produção e programa demissão em massa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s