Eleições

Polícia de boca de urna

Ontem, diversos leitores, nos comentários, vieram “esclarecer” que o ex-governador e candidato ao Senado Beto Richa (PSDB) não havia sido preso pela Lava Jato, que teria prendido apenas um de  seus ex-secretários. Richa, formalmente, teve a prisão pedida pelo MP local, com seu grupo de combate ao crime organizado.

A todos, respondi o óbvio: alguém acredita na mera coincidência de data e hora nas duas operações “autônomas”?

Hoje, nova “coincidência”. Outro dos raros tucanos em boa situação eleitoral, Reinaldo Azambuja,  governador do Mato Grosso do Sul, e candidato à reeleição pelo PSDB, teve, agora cedo sua casa e seu gabinete de governo tomados por policiais, numa operação – ao que se sabe até aqui – de busca e apreensão.

É evidente que sua candidatura não resistirá ao impacto disso.

Será demais entender que todos estes fatos se dão baixo um comando ou, ao menos, uma coordenação?

Ou que, como numa partida de futebol, “Sua Senhoria, o juiz” não esteja, com cartões amarelos para todo lado, preparando a expulsão do “reserva” que,com o craque já suspenso e não podendo jogar, ameaça levar seu time à vitória?

Na Folha, anuncia-se que a corregedoria do Conselho do Ministério Público vai investigar  promotores que estariam  praticando “atos em atropelo apenas com o objetivo de ganhar os holofotes durante o período eleitoral”.

Ganhar os holofotes ou ganhar o poder?

Parece haver uma espécie de partido informal dos “homens da lei”, uma junção aqueles que o general Mourão chamou de “profissionais da violência” com os que,de mãos limpas, legitimam a imundície autoritária.

Um pensamento sobre “Polícia de boca de urna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s